Antes de mais nada, se alguém está em perigo de vida liga imediatamente para o

112

Não sendo exatamente este o caso, mas se, ainda assim, alguém apresentar comportamentos que põem em risco o próprio bem estar, o bem estar de outras pessoas, ou a salvaguarda de certos bens, deves dirigir-te ao Delegado de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde mais próximo da tua área de residência, para que possam conversar sobre um eventual internamento compulsivo.

Caso nenhuma destas situações anteriores se aplique, existem várias opções disponíveis no nosso Serviço Nacional de Saúde. Os Centros de Saúde têm uma equipa multidisciplinar com médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais que está preparada para avaliar e tratar perturbações mentais. Se necessária uma intervenção mais especializada, o médico de família fará o encaminhamento para uma consulta de Psiquiatria ou para o Serviço de Urgência.

Também podes pedir ajuda por telefone!

Podes utilizar o aconselhamento psicológico do SNS 24, ligando para o número 808 24 24 24, selecionando a opção 4.

Adicionalmente, podes recorrer às seguintes Linhas de Apoio, cujo atendimento é da sua responsabilidade:

SOS VOZ AMIGA
Horário: 16h00 – 00h00
Contactos: 213 544 545 | 912 802 669 | 963 524 660
Linha Verde
gratuita: 800 209 899 (21h00 – 00h00)

VOZES AMIGAS DE ESPERANÇA DE PORTUGAL
Horário: 16h00 – 22h00
Contacto: 222 030 707

VOZ DE APOIO
Horário: 21h00 – 00h00
Contacto: 225 506 070

CONVERSA AMIGA
Horário: 15h00 – 22h00
Contactos: 808 237 327 | 210 027 159

TELEFONE DA AMIZADE
Horário: 16h00 – 23h00
Contacto: 222 080 707


Nunca te esqueças que não estás sozinho/a neste papel de cuidar de alguém. Para conheceres pessoas com experiências parecidas às tuas, junta-te a nós!