Acompanhas alguém com

doença mental?

Nós também!


Somos uma comunidade online de familiares e amigos de pessoas com doença mental

Somos uma rede de suporte:

CONVENIENTE

Tudo acontece online

ACESSÍVEL

Contribuis como quiseres

PERSONALIZADA

Na tua medida


“A sobrevivência ao estigma, medo e solidão

que resultaram da minha jornada enquanto

cuidadora da minha mãe, a Maria, que tem

uma perturbação bipolar.”

Quando eu tinha dezasseis anos, aconteceu algo que mudou a minha vida para sempre. Depois de um fim de semana fora, cheguei a casa e senti a minha mãe diferente. Ela estava enérgica, determinada. Eu estava com medo, confusa. Naquele momento, só me lembrei de chamar uma ambulância.

Mais tarde percebi que naquele dia ela estava a viver o começo de um episódio maníaco.

Os anos seguintes foram de altos e baixos. Os episódios de mania, característicos da perturbação bipolar que lhe foi diagnosticada, repetiam-se... assim como se repetia o medo e a angústia que eles trazem consigo.

Durante muito tempo eu não tive capacidade emocional e informação para saber lidar com isto. Não conhecia ninguém que estivesse a passar pelo mesmo. O processo de aprender a lidar com a doença da minha mãe foi moroso, solitário, e de enormes questionamentos. Passaram quase nove anos e, agora, estou segura, confiante e apta a lidar com um episódio que possa eventualmente ocorrer.

Mas, infelizmente, nem todas as histórias têm este fim. Por isso, quero partilhar a minha.

E tu? Aceitas partilhar a tua?

cuidadosamente,

Margarida Vale